E-mail: contato@silviamalamud.com / Tel: +55 11 9 9938-3142 /Av. Angélica, Higienópolis - SP

Fuja das relações com Viciados em mentiras

19/04/2015

 

O predador emocional imagina que ganhou algo roubando a alma do outro, roubando os conceitos das pessoas com quem se relacionou ou mesmo quando acha que saiu dessas relações levando um pedaço importante da vida das ex-parceiras. Ledo engano, mal sabem que esse tipo de movimento apenas os levam mais e mais para as suas derradeiras derrotas espirituais, destino de todos deste tipo. 

O que nem sequer suspeitam é que a cada nova investida amorosa travestida de sedução que fizerem, mais e mais se afundarão em suas próprias lamas. Como via de regra e sem se darem conta sobre o quanto que são responsáveis por suas próprias desgraças, sempre acabarão atraindo todas espécie de mal agouro para as suas próprias vidas. Uma espécie de maldição os ronda em meio a uma nuvem negra que apenas os já avisados, vacinados ou mais sensíveis conseguem vê-la. 

Tais sequestradores de almas inventam para si mesmos que são as maiores vítimas dos destinos difíceis que sempre encontram em suas estórias e jamais se responsabilizam por nada do que possam ter feito em relação às suas complicadas e negativadas vidas. Culpa, por exemplo, é uma palavra inexistente em seus dicionários pessoais, ironicamente sempre se acham e agem como se fossem eles, as vítimas. Com o tempo e como fato comum a todos deste tipo de funcionamento predador, toda sorte de encrencas e de dificuldades, inclusive de ordem financeira, acabam sendo uma constante em seu caminhos. E a vida costuma mostrar todas essas verdades para as vítimas que sobreviveram as tramas desses demolidores de alma.

Estes frequentemente contam a estória de que são vítimas de todas as péssimas situações a que foram envolvidos em suas parcerias. Dizem que apenas estavam tentando acertar, mas que, infelizmente, não deram sorte ou porque suas parceiras anteriores eram muito temperamentais, ou loucas ou de um nível muito distinto dos seus. O fato é que jamais a culpa não será deles, como também jamais demonstrarão às novas presas os seus estados temperamentais de mudança de humor, ameaças de abandono e mau caratismos de toda ordem. Quando o relacionamento já se encontra em andamento, após a captura das vítimas e ainda de modo velado, na maioria das vezes, mesmo quando as verdades podem aparecer, eles, como mentirosos profissionais que são, têm a incrível capacidade de convencerem as suas parceiras de que o que elas vêem, percebem, intuem ou ouvem não é o correto. Enfim, são altamente especializados em inventar verdades e desmentem com maestria toda a percepção que o outro possa ter e que de algum modo ameace as suas aventuras secretas. Costumam fazer várias coisas escondidas e, não poucas vezes, incluem em seus cardápios outras aventuras amorosas. Transitam em meio a tudo o que desejam fazer, sem levar o outro em conta (ops, o outro existe???) em meios às suas várias montagens de verdades e, pior, buscam provas das mais descabidas para confirmá-las. 

Se você está nesta trama, saiba que a mentira, entre outros tipos de abuso, será a tônica forte da relação até você duvidar de si mesma passando em cima de sua lucidez e sanidade. Acorde o quanto antes e fuja deste tipo sedutor, mas que, na verdade, é um assassino silencioso e que fatalmente irá levá-lo à sua falência emocional e a toda sorte de doenças.

Please reload

Artigos Recentes 
Please reload

Redes Sociais
  • Facebook
  • Instagram
Palavras-Chave