E-mail: contato@silviamalamud.com / Tel: +55 11 9 9938-3142 /Av. Angélica, Higienópolis - SP

Como atingir a Ressignificação Existencial?

06/05/2016

 

Para que você possa atingir o estado de transcendência, primeiramente, observe o quanto ainda faz parte do grupo dos normopatas. Este termo, dentro deste tipo específico de busca, significa funcionar por meio de um excesso de normalidade tão forte, que chega a ser patológico. Normopatas, portanto, transitam pelas próprias vidas sem questionamento algum. Andam em meio a um sonambulismo crônico, sem a menor consciência do que acontece da pele para dentro, enfim, parecem zumbis adequados às demandas do mundo externo. Seus potenciais criativos não revelam, nem de longe, o que de verdade poderiam vir a ser. Faltam lucidez e percepção de si mesmo. 

Como alcançar a Ressignificação Existencial? Para tanto, deve-se focar no acesso à livre expressão da consciência e, nesse percurso, algumas travessias se tornam emergenciais, são elas:
1 - Quebra de crenças limitantes.
2 - Não mitificação. 
3 - Ausência de percepção hierárquica; existe o respeito pelo outro e a consciência de que ninguém é melhor e nem pior do que ninguém.
4 - Quebra de paradigmas.
5 - Criação de uma ética e uma moral responsáveis e não impostas por ideologias.
6 - Responsabilidade pelas ações e pensamentos.

Para se chegar no Ponto da Virada, o buscador também terá que lidar com alguns medos específicos:
- Medo de perder as referências.
- Medo de perder a identidade construída.
- Medo de não pertencer.
- Medo do novo e desconhecido.
- Medo de si mesmo.
- Medo de se bancar em tudo o que se é e de se encarar em todas as possibilidades do vir-a-ser.
- Medo de criar a própria realidade e de concretizar a existência de modo efetivo.

E, a partir deste ponto, algumas situações de Crise podem ocorrer:
1 - Descolamento abrupto do teatro existencial, consciência de um si mesmo ainda inominado.
2 - Ruptura do sentido da vida.
3 - Às vezes, fica difícil e até impossível de se saber o que se é de fato.
4 - Consciência de estar fora do contexto onde sempre se viveu.
5 - Severas indagações sobre a verdade da trama existencial.

E depois... a Ressignificação Existencial! Vida nova surgindo no seu espaço: 

Para que esse intento seja plenamente realizado, você poderá contar com a ajuda da Terapia Psicoquântica, por intermédio dela, mais facilmente acontece a possibilidade de se ir de encontro ao verdadeiro Self e com toda a sua excelência dinâmica e criativa.
Essa modalidade terapêutica age na amplitude da Consciência, que é observada como fluxo energético que dinamiza todo o complexo físico, mas que independe do mesmo para existir.

Na Psicoquântica, a consciência tem uma autoidentidade não apenas formatada dentro do paradigma do ego, id e superego, ela também existe de modo multidimensional, alinear e atemporal. 

A Terapia Psicoquântica visa também ativar a interconexão lúcida com outras realidades, existências ou memórias. O acesso à fonte de energia vital, libertação da energia criativa. Dinamização existencial.

Como resultado da ampliação de consciência promovida pela experiência da Ressignificação Existencial, as pessoas tornam-se capazes de profunda apreciação das experiências básicas de vida.
Por conta do ganho de consciência, estabelecem relacionamentos interpessoais bem mais profundos e satisfatórios, aceitando a si mesmos e aos outros pelo que são.
Passam a observar a vida sob uma perspectiva objetiva, bem diferente do usual, embora com direcionamento e foco. 

Ficam mais espontâneos tolerando as incertezas, sem fugir da realidade. 
Conhecem exatamente como a particularidade de suas máquinas biológicas funciona e aprendem a dirigi-la com maestria. Por conta de toda essa visão ampliada, alcançam um senso de humor diferenciado, são altamente criativos, com segurança inabalável. Deixam de ser reféns da opinião alheia e conquistam enorme capacidade de manterem a concentração, quando necessário.
Por estarem descolados das questões que envolvem a contemporaneidade, têm capacidade de estarem sós. 

Por perceberem profundamente a si mesmos e ao outro, desenvolvem a capacidade ímpar para o compadecimento e a empatia, sem se deixarem levar pelo desnecessário.
Passam a agir em meio a ações conscientes e consistentes. 
Enfim, tornam-se os seus próprios donos.

Please reload

Artigos Recentes 
Please reload

Redes Sociais
  • Facebook
  • Instagram
Palavras-Chave