E-mail: contato@silviamalamud.com / Tel: +55 11 9 9938-3142 /Av. Angélica, Higienópolis - SP

Como é e o que fazer quando se é filho de pais narcisistas perversos?

29/01/2019

 

Ser filho de pais narcisistas perversos é muito mais grave do que as pessoas podem imaginar, além dos abusos emocionais, que são gravíssimos, de igual forma, existe uma extravagante negligência de cuidados que pode trazer danos irreparáveis.

Tenho relatos de filhos de pais narcisistas que não poucas vezes sofreram riscos reais de vida, por conta das desconexões. As histórias vão desde o esquecimento em festinhas, escola, reuniões de pais em escola, até o fato de não os levarem a sério quando passavam por algum mal-estar físico. Além de os desacreditarem, muitas vezes os colocavam em perigosas situações de vida pela ausência de socorro devido. 

Como não existe vínculo saudável de tais pais para com os filhos, sempre super exigidos, por mais que estes se esforcem, quando não conseguem corresponder às infindáveis demandas, costumam ser castigados mediante a ações de poder e autoridade que têm, ora com atitudes de violência e agressividade e outras vezes isolando-os do contato com outras pessoas, retirando pertences e até mesmo comida.

No futuro, essas crianças ou se transformarão adultos altamente inseguros, muitas vezes com lentidão de raciocínio, ou pessoas perversas que cegamente repetirão, ao seu modo, as difíceis cenas vivenciadas.

Desqualificação, depreciação, falta de empatia e distorção de verdades, são apenas algumas de ações de pais abusadores emocionais. 

Em famílias com muitos irmãos, mesmo aqueles que não são alvos diretos dos descasos, também sofrem igualmente com as experiências e costumam passar por uma espécie de trauma de nome "vicariante", ou seja, trauma pelo que se viu e se presenciou, mesmo não sendo vítima direta da ação. 

Os depreciados são desmerecidos porque nunca estarão à altura das expectativas, os protegidos são preservados porque seriam especiais ou frágeis demais, de qualquer modo, também um grande dano para a construção de um psiquismos saudável.
 

 

Os filhos andarão em círculos, enquanto não despertarem desta trama. Vagueando entre sentimentos de injustiça, raiva, remorsos e culpas indevidas. E o quanto mais tentarem recompensar esses insatisfeitos pais, mais eles crescerão em suas demandas de culpabilização e exigências.

Existe um padrão de sensação de não pertencimento, de dificuldade de se sentir conectado e de rejeição, nos filhos de pais narcisistas perversos, sendo que essa temática costuma dificultar sobremaneira os seus futuros relacionamentos. A cura emocional apenas ocorre quando as vítimas se dão conta do que estão vivendo fazendo um luto sobre as situações emocionais passadas com os genitores. 

Terapias de reprocessamento Cerebral como EMDR e Brainspotting são excelentes ferramentas para que novos mapas existências possam acontecer depois de traumas extensos desta ordem.

Quanto mais despertos, melhor!

Please reload

Artigos Recentes 
Please reload

Redes Sociais
  • Facebook
  • Instagram
Palavras-Chave